NASCIDOS PARA CORRER !!

Sejam bem vindos.
Espero que este Blog, possa trazer um bom conteúdo, se você chegou aqui é porque temos algo em comum: Amor a Corrida !
Giba Angelucci Junior
junior.angelucci@gmail.com

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Qualidade de Vida .....

Obesidade, hipertensão, insônia, estresse, nervosismo, desvio posturais devido à falta de musculatura, colesterol. Estas são apenas algumas conseqüências da falta de atividade física regular. Engana-se quem pensa que estes males afligem apenas os homens de idade adulta. Nos países mais desenvolvidos, assim como nos centros urbanos brasileiros, a obesidade infantil e a alta incidência de problemas cardíacos entre mulheres têm assombrado a comunidade médica com sua progressão acelerada. Para evitar e combater estes males da vida moderna, a fórmula é uma só: melhorar a qualidade de vida das pessoas, através da prática regular de atividades físicas, de muita informação e pela aquisição de hábitos saudáveis.
Mas e a parte estética? Emagrecimento, redução de gordura localizada e celulite, modelar o corpo de forma harmônica, tornando-o mais bonito, são conseqüências inevitáveis de um programa de exercícios, e não um objetivo principal. É claro que os resultados estéticos aparecerão através da atividade física, porém, só serão mantidos com hábitos de vida saudáveis. Quando a prioridade é apenas a parte estética, muitas vezes se coloca em risco a saúde, o que de fato não vale a pena.
Não existe idade ideal para começar nem para deixar de fazer exercícios: na verdade, assim como reservamos um tempo do nosso dia para tomar banho ou escovar os dentes, deve haver um tempo reservado para alguma atividade física. Entretanto, a infância é a época de maior fixação de hábitos, destacando-se, entre eles, o da prática de exercícios.Sabe-se que indivíduos que praticam atividades físicas por toda a vida não apresentam um declínio tão acentuado da capacidade funcional, e que as pessoas maduras e idosas reagem da mesma forma ao treinamento, ou seja, conseguem excelentes resultados musculares e cardiovasculares ao iniciarem um programa de exercícios físicos.
Segundo um estudo do American College of Sports Medicine (Universidade Americana de medicina Esportiva), as doenças da terceira idade não podem ser atribuídas apenas à idade avançada, mas sim (e principalmente) ao sedentarismo prolongado, que provoca perda de massa muscular (gerando problemas de posturas e metabólicos), altera as funções respiratórias e neuromuscular e diminui a funcionalidade do indivíduo, que passa a ter dificuldade de executar as tarefas diárias mais simples.
A pratica de atividade física regular nos trás muitos benefícios para a saúde como: Ajuda a controlar o peso, ajuda a construir e manter ossos, músculos e articulações saudáveis, promove o bem-estar psicológico, reduz o risco de desenvolver diabetes, ajuda a reduzir a pressão alta em pessoas que sofrem de hipertensão, aumento do gasto energético, aumento da auto-estima e autoconfiança, alivio do stress, melhoria na qualidade do sono, sensação de bem estar causada pelas substâncias liberadas durante o exercício, socialização.
Segue varias dicas para manter qualidade de vida, segundo cada especialista:

Os dez mandamentos de Nuno Cobra, preparador físico
1- Durma pelo menos oito horas e tente acordar sem despertador. "Ele é uma agressão ao organismo."
2- Alimente-se em pequenas quantidades a cada três horas;
3- Cheire a comida, pegue as folhas com as mãos e mastigue o mais devagar possível;
4- Exerça alguma atividade física pelo menos três vezes por semana. Uma hora de caminhada pode ser praticada por qualquer pessoa, em qualquer lugar, e é suficiente para obter os benefícios do esporte;
5- Evite ficar nervoso. Em situações de stress, experimente bocejar e espreguiçar;
6- Dedique pelo menos quinze minutos do dia à meditação. Escolha um local silencioso, sente-se numa posição confortável e se esqueça da vida;
7- Tome ao menos dois banhos frios por dia. Esse hábito é energizante;
8- Nenhum tratamento irá funcionar se você não abandonar seus vícios, a começar pelo cigarro;
9- Quando fizer exercícios físicos, concentre-se apenas neles. Não leia enquanto pedala na bicicleta nem ouça música enquanto corre;
10- Preste atenção ao fluxo de ar que entra e sai de seu pulmão e procure respirar mais profundamente;Faça elogios com mais freqüência. Essa tática funciona como um ímã e faz com que todos queiram estar a seu lado.

Os cinco mandamentos de Alfredo Halpern, endocrinologista

1- Não se culpe por ser gordo. Procure ajuda e emagreça;
2- Fuja das fórmulas mágicas e das dietas milagrosas. O que vale é aprender a comer;
3- Não há alimento proibido. O segredo é não exagerar em nada;
4- É possível comer bem e ter um peso normal;
5- Obesidade é uma doença e, às vezes, seu tratamento requer a intervenção de medicamentos. Mas lembre-se: eles precisam ser receitados por um médico.

Os cinco mandamentos de Fernanda Lima e Ari Stiel Radu, reumatologistas

1- Não pratique exercícios em locais expostos à poluição, como avenidas movimentadas. Escolha horários com menos tráfego ou deixe para se exercitar em casa, numa esteira, por exemplo;
2- A regularidade traz mais benefícios à saúde do que a intensidade da atividade física;
3- Fique atento à postura. Se você não se cuidar, todo o esforço com atividades fisicas poderá ser em vão;
4- Seja paciente com seu corpo. Em um mês, você não vai recuperar o atraso de dez anos;
5- Evite exercitar-se em horários de calor excessivo, para não sofrer desidratação.

Os cinco mandamentos de Mauricio Hirata, clínico geral

1- Arrume um espaço na agenda para fazer ginástica, como o horário do almoço;
2- Coma alimentos saudáveis. Se for o caso, leve a comida de casa;
3- Ponha um comedouro para pássaros na janela de sua casa ou apartamento e observe os movimentos dos animais. "É excelente para relaxar;"
4- Não perca muito tempo de seu dia no trânsito. Se você mora longe do trabalho, mude-se para mais perto;
5- Deixe a janela do quarto entreaberta se você tem dificuldade em acordar de manhã. A luz ajuda o cérebro a perceber que já é dia.

Os cinco mandamentos de Tânia Rodrigues, nutricionista

1- Acostume-se a beber mais água. Deixe um litro sobre a mesa de trabalho e outro dentro do carro;
2- Inclua pelo menos três frutas na alimentação diária. Elas garantem quantidades mínimas de vitaminas, fibras e minerais, que ajudam a prevenir diversos tipos de câncer;
3- Não saia de casa sem se alimentar. Se sua refeição for apenas um cafezinho, pelo menos acrescente um pouco de leite à xícara;
4- O jantar deve ser a refeição mais leve do dia. Se você tem mais fome à noite, faça um esforço e coma menos nesse horário. O corpo se acostumará e você terá mais apetite de manhã;
5- Coma uma pequena porção de algum alimento rico em carboidrato trinta minutos antes das atividades físicas. Isso vai melhorar seu rendimento.

Os cinco mandamentos de Hong Jin Pai, acupunturista

1- Reclamar da vida só causa stress. Em vez de resmungar porque faz frio, vista um agasalho;
2- Passamos a maior parte do dia no trabalho. Por isso, você precisa amar o que faz;
3- Aproveite o trânsito para escutar alguma música que goste, estudar um idioma ou, se não estiver dirigindo, ler;
4- Seja otimista. Lembre-se de que todas as crises são passageiras;
5- A terceira idade deve ser a melhor fase da vida. Estude, exercite-se e leia. Ficar parado só acelera o envelhecimento.

Sds a todos e bons treinos e uma boa qualidade de vida
PS. continuo de molho que tristeza viu ....

2 comentários:

Jorge disse...

Giba meu amigo, muito boa a matéria, parabéns amigo.
Agora só discordo de duas coisas postadas aqui no seu blog:

1- Não pratique exercícios em locais expostos à poluição, como avenidas movimentadas.
RESPOSTAS: Para quem mora em grandes cidades é impossível e também para muitos corredores amadores que não dispoõe de tempo o jeito é correr nas vias movimentadas e outra coisa tem várias corridas que vc corre nas avenidas movimentas na poluição, pois as vezes eu corro assim para adaptar o meu corpo.

5- Evite exercitar-se em horários de calor excessivo, para não sofrer desidratação.
RESPOSTA: Tem muitas corridas que corremos no sol de rachar então eu discordo disso, tem que treinar sim no sol para adaptar o corpo eu as vezes faço isso e principalmente no sol de meia, mais faço isso com cuidado, se hidratando de boné ettc...

Um abraço,

Jorge Cerqueira
www.jmaratona.blogspot.com

tutta disse...

Matéria interessantíssima esta Giba.
Obrigado por compartilhá-la conosco.
Forte abraço e tudo de bom pra vc.


tutta
ubiratã-pr.
www.correndocorridas.blogspot.com